terça-feira, maio 05, 2009

Porque....sei que cheguei num momento

...em que a esperança se apagava lentamente como pegadas pelas ondas do mar e em que o mundo te parecia abusrdo, impossivel e injusto...
Porque....tambem sei que lutaste e tentaste justificar tudo o que sentias através da tua solidão.

Porque, sem duvida, as pessoas são muito mais do que julgamos e que só abrindo a janela da oportunidade é que as revelações podem ocorrer, se assim o tiver de ser, pois tudo acontece por um motivo, muitas vezes maior e mais forte do que podemos conceber....

Porque os sonhos, muitas vezes, tambem se tornam em realidade, porque se materializam!
Não devemos ter medo de acreditar.

Eu não tenho.
A vida é uma luta incessante, na qual travamos batalhas para conquistar o nosso espaço, a nossa identidade, a nossa auto-estima e daí partirmos á conquista de tudo aquilo que nos está destinado!

...tambem ao som de

7 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Uma reflexão com a qual concordo inteiramente...agora, vou ouvir a música! Muitos beijinhos deste continente...

5/5/09 1:02 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

E tu sabes que eu também não tenho medo de acreditar, embora a luta não tenha sido facilitada. Mas sendo assim, maior será o prazer da conquista. Beijinhos, filho.

5/5/09 1:05 da tarde  
Blogger Maria Clarinda said...

(...)Porque os sonhos, muitas vezes, tambem se tornam em realidade, porque se materializam!
Não devemos ter medo de acreditar...

Lindo o teu post Gu, e que belas palavras.Não...nunca tenhas medo de acreditar...
Jinhos de carinho, muitos

5/5/09 1:39 da tarde  
Blogger flor said...

Muito profundo!
É bem verdade... muitas vezes aguentamos coisas que nunca imaginávamos aguentar... e assim vamos conhecendo o nosso poder infinito... e então se acreditarmos e não tivermos medo, será o infinito vezes o infinito... o mundo será nosso e a felicidade nossa aliada...

7/5/09 12:06 da manhã  
Blogger Jaime A. said...

Não desistir, não parar; até a escrita é assim: agora já não se rasga o papel, usam-se botões para apagar o que não se gosta. É assim, na escrita comona vida (e, talvez, haja ainda tanto que nos esteja destinado...).

14/5/09 12:11 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Já passaram uns tantos dias sobre este post...falta de tempo, eu sei. Mas já tens fotos lindas!! Beijinhos, bom fim de semana.

22/5/09 11:14 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

cada passo que se dá tem que ser com a convicção de que sai do coração... vais ser muito feliz.

23/6/09 3:34 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home