sexta-feira, maio 29, 2009

Porque...por vezes me deslumbro e...


...perco-me em contemplação...
As ideias vagueando, navegando por esse mar fora que me separa das minhas raizes...
Os sentimentos fortes que à distância me agarram e a distância encurtam...

3 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Se não é igual é parecida! A foto que escolhi para um poema e que tu me enviaste aí de Angola com esse pôr-do-sol fantástico! Gosto particularmente da tua última frase sobre os sentimentos fortes...muitos beijos, daqui!

29/5/09 10:31 da manhã  
Anonymous Maria Clarinda said...

Lindo Gustavo...e...esse mar , junta-se com este aqui, e potrque não fazer o caminho ao contrário eu vou para aí, para as minhas raízes...tu vens para aqui ppara as tuas...Jinhos grandes

31/5/09 10:05 da tarde  
Blogger pin gente said...

eu deslumbro-me demasiadas vezes
perco-me outras tantas
contemplo a maior parte do tempo
vagueio no tempo
divago por fora e por dentro
navego em terra
e flutuo no mar
e em todos este deslumbramento
procuro-me encontrar

14/6/09 12:20 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home